"Zoom in" sobre o quarto 0-4…

Domingo, 13 de Agosto – Mensagem enviada ao Vincent por Anne-Gaëlle, de mais de 800 metros de profundidade (Copyright Ifremer / Campanha Momareto 2006)

 

Message envoyé à Vincent sur sa mire par Anne-Gaëlle, à plus de 800 mètres de profondeur

 

Meia-noite. Chegada de Anne-Gaëlle e Vincent, fervilhantes, ao quarto 0-4 (meia-noite - 4h da manhã).

O IRIS vai ser testado no sítio hidrotermal Menez Gwen. Este módulo, equipado com duas câmaras de vídeo, permitirá observar os aglomerados de mexilhões em 3D, como se lá estivéssemos !

Anne-Gaëlle, Vincent e os seus colegas de Toulon, que conceberam o IRIS, trabalham desde há três anos na elaboração deste módulo, em estreita colaboração com a equipa do Victor.

Este mergulho representa o grande teste: IRIS é finalmente posto à prova em condições naturais … Após os testes de mira, o IRIS obtém as suas primeiras imagens. Outros ensaios posteriores permitirão corrigir alguns detalhes, a iluminação e a distância ideal a utilizar nos próximos mergulhos.

Daqui a alguns meses, o IRIS irá produzir os seus primeiros modelos 3D… O quarto 0-4 termina, é a vez do Chemini avaliar as suas capacidades !

O odor dos croissants quentes revela-nos que hoje é domingo ! É o dia dos pequenos prazeres a bordo do Pourquoi pas ?

Este almoço terá uma ementa melhorada, incluindo: cocktail de abacates, duo de lagosta e salmonete, filete de novilho com mirtilhos, salada, queijo, tudo acompanhado por um pequeno copo de vinho! E para sobremesa, "le deux amours" !

 

Portfolio

Sítio hidrotermal Moged Gwen (fumarola branca em bretão), chamado assim porque as suas chaminés emitem fluidos brancos de alta temperatura. Um amigo das profundezas, o caranguejo Chaceon affinis !
O posto de pilotagem do Victor 6000, em plena noite. Impressões à alvorada, a bordo do Pourquoi pas ?