A campanha oceanográfica MoMARSAT, dirigida em conjunto pelo l’Ifremer e pelo l’IPGP-CNRS/INSU(França), irá decorrer de 1 a 16 de Outubro de 2010, na Dorsal Médio Atlântica na região dos Açores, a bordo do NI Pourquoi pas?. O objectivo desta missão é colocar uma rede de instrumentos de medição autónomos, ligados entre si, no fundo do mar, que permitirão observar de forma contínua os processos hidrotermais activos no campo Lucky Strike. É uma experiência piloto inédita em mar aberto: os dados adquiridos a 1700 metros de profundidade serão transmitidos a uma bóia de superfície que os comunicará via satélite aos centros de investigação em terra, a vários milhares de quilómetros de distância.

A partir desta campanha, os investigadores poderão seguir de forma contínua as variações de temperatura e das condições físico-químicas, a actividade sísmica na zona e observar a fauna particular das fontes hidrotermais em acção! Este observatório estará funcional durante um ano e será recuperado no Verão de 2011.

A campanha MOMARSAT está integrada no projecto MoMAR , uma das componentes do programa europeu ESONET , que tem por objectivo constituir uma rede de observatórios em meio marinho profundo. Vários Institutos de investigação estão envolvidos neste projecto : Universidade dos Açores através do Departamento de Oceanografia e Pescas e do Centro de Vulcanologia e Avaliação de Riscos ; a Universidade de Lisboa através do centro de Geofísica ; o NOC da Grã Bretanha ; a Universidade de Bremen da Alemanha ; o CNRS/INSU com o l’IUEM/UBO , l’OMP-LMTG e l’UPMC/LOCEAN de França. Os objectivos deste observatório são assegurar, em tempo real, um continuo da dinâmica natural dos ecossistemas e identificar os factores que influenciam as variações do meio ambiente e da fauna.